PRÉ-CARNAVAL ANIMA CENTRO COMUNITÁRIO DO CONDE


PRÉ-CARNAVAL ANIMA CENTRO COMUNITÁRIO DO CONDE
PRÉ-CARNAVAL ANIMA CENTRO COMUNITÁRIO DO CONDE

O Centro Comunitário de Vila do Conde abriu as portas para o primeiro evento pré-carnavalesco da localidade, n noite desse sábao(9). A promoção foi do grupo folclórico Flor de Mortiguras e teve apoio da prefeitura de Barcarena. A principal atração da noite foi a bateria da escola de samba Rancho Não Posso me Amofina. 

Antes do samba, as crianças e adolescentes do projeto social coordenado pelo Flor de Mortiguras fizeram apresentações de danças.  Nos intervalos das exibições, houve sorteio de bingos.  O objetivo da festa foi arrecadar fundos para o caixa do projeto que já atende mais de 30 meninos e meninas.

A iniciativa voltada para a promoção da vida de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade vem crescendo e, cada vez mais, está precisando do apoio e ajuda da sociedade e do poder público.  Para o evento de sábado, houve contribuições de várias partes, como a dos pequenos comerciantes da vila.

O prefeito de Barcarena, Antônio Carlos Vilaça, e o deputado estadual Renato Ogawa foram citados como apoiadores do pré-carnaval. O primeiro evento carnavalesco promovido pelo Flor de Mortiguras, que leva esse nome em alusão à uma aldeia indígena existente no Conde, foi um sucesso comunitário. 

RANCHO - A bateria da escola de samba Rancho Não Posso me Amofina, de Belém, agitou a noite no centro comunitário de Vila do Conde, onde aconteceu o pré-carnaval do grupo Flor de Mortiguras. Este ano, o samba-enredo da escola do Jurunas vai homenagear Barcarena no desfile de Carnaval de Belém.